MUITO ALÉM DO COMPROMETIMENTO

Comprometimento, apesar de ser um conceito proferido a exaustão atualmente, é dos resultados mais difíceis em de se encontrar atualmente nas organizações. Categoricamente muitos colaboradores se julgam comprometidos, pois em suas avaliações pessoais, ou de seus superiores, os mesmos acreditam que ao realizar com êxito o que lhes foi delegado, concluindo em tempo hábil suas atividades, significa que apresentaram um sensível grau de comprometimento. 

 

Apesar dos conceitos de “Envolvimento e Comprometimento” serem muito bem definidos em teoria, quando observados na prática grande parte dos profissionais os confundem acreditando erroneamente que estão comprometidos, quando na verdade na maioria das vezes estão apenas envolvidos. Em resumo estar “apenas envolvido” no processo não representa um fator negativo ou demérito para o colaborador e apenas o coloca em uma linha mediana de desempenho, que em nosso cenário atual as vezes não é muito abundante, pois é clarificado que atualmente mercado de trabalho brasileiro carece muito de profissionais com interesse em se envolver em suas atividades.

 

Esta realidade torna no Brasil muito raros os casos de colaboradores realmente se mostram comprometidos em sua essência. Profissionais estes que não só desempenham suas funções para a qual foram contratados, como também apresentam ações ou medidas que visam melhorar os processos envolvidos em suas tarefas. O grande diferencial perceptivo é que além de sugerir os mesmos tomam muitas vezes a execução destas melhorias, assumindo as responsabilidades inerentes a estas mudanças. Em suma isto resume-se em ir MUITO ALÉM DO COMPROMETIMENTO.

 

Mas no mundo real este profissional existe? Felizmente sim, e recentemente posso afirmar que tive e tenho o prazer em colaborar com um deles. Nosso raro personagem que aqui vamos chamar de Ernando, ao assumir a posição gerencial de uma unidade de distribuição, ao se deparar com uma estrutura abandonada e depauperada pelo tempo, não teve dúvidas, pensando em oferecer aos seus futuros colaboradores uma melhor recepção, arregaçou as mangas e muitas vezes sozinho limpou, organizou e pintou o imóvel todo, tornando o ambiente assim mais receptivo a todos. Profissionais assim não se importam com cargos, status quo ou poder, pensam e se comprometem com os objetivos globais.  

 

A origem do conceito Comprometimento tem origem na palavra compromisso que no latim latim “compromissus”, significa promessa. E por promessa entende-se que deva ser cumprida. Em resumo busquemos mais Ernandos em nossas organizações do que apenas conceitos e teorias.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

Entre em Contato

           Tel./Whatsapp : 019 98266-5500

atendimento@teamwork.com.br

  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Long Shadow
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow

© 2017 por Teamwork® / Marca Registrada